quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Ativistas simulam "refeição humana" para protestar contra consumo de carne


Em Barcelona, eles simularam um prato gigante e alertaram que, anualmente, indústria mata mais de 50 bilhões de animais

Para sensibilizar consumidores, ativistas promoveram um protesto inusitado em Barcelona, nesta quinta-feira. Uma mulher nua deitou dentro de um prato gigante, simulando uma refeição, fazendo uma alusão ao consumo de carne.

A ativista do AnimaNaturalis enfrentou o frio para fazer o protesto. O mesmo ato também será realizado em Valência e Palma de Mallorca.

A faixa onde se lia "Quanto crueldade você pode engolir?" integrava a manifestação. "Começamos uma campanha para sensibilizar as pessoas para não comer carne", disse à AFP Aida Gaston, diretor da AnimaNaturalis na Espanha.

"Todos os anos fazemos uma campanha de Natal porque, nesta época, as pessoas estão mais sensíveis para pensar sobre os animais", acrescentou.

"Hoje, o consumo de carne é um hábito que pode perfeitamente ser dispensado", diz Alba Mangado, coordenador de campanhas de AnimaNaturalis.

Anualmente, a indústria da carne mata mais de 50 bilhões de animais para o alimento, e muitas dessas mortes ocorrem no Natal, de acordo com dados fornecidos pela organização de defesa do animal.

Fundada em março de 2003, esta organização internacional se dedicada a criar, difundir e proteger os direitos de todos os animais e tem uma ampla representação na Espanha e na maioria dos países latino-americanos.

JBonline

Postado por Cid Cordeiro

Um comentário:

  1. Eu duvido que os ativistas não comam dessa iguaria.

    ResponderExcluir